Torres de bloqueadores de celular em Alcaçuz ainda sem reativação

Bloqueador de celular instalado na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do RN (Foto: Andrea Tavares/G1)
Bloqueador de celular na Penitenciária Estadual de Alcaçuz (Foto: Andrea Tavares/G1)

Tudo começou por uma ação do governo que já é vergonhosa só em precisar, o de colocar bloqueadores de celular em presídio com o objetivo de impedir que os detentos façam uso de comunicação com os bandidos que estão soltos.

Na verdade, não era nem pra os celulares ter acesso ao presídio. Mas por causa de uma possível corrupção dos servidores públicos, ou negligência, e falta de poder do governo de corrigir o problema, apelaram para essa aberração. Além do mais, se iam colocar bloqueadores dos celulares, deveriam fazer de surpresa, fazendo revista entre os presos e retirando todo meio de comunicação desses.

O G1 diz que as torres que foi danificadas pelos bandidos na última rebelião onde morreram, segundo o governo, 26 presos, ainda vão ser reativadas.

É possível  que o governo esteja com medo de reativar os bloqueadores de celulares, e com isso provoque a desordem mais uma vez no Estado.

No entanto o governo acha que está no controle dos presídios.

“Retomamos o controle da penitenciária. No pavilhão 5, o primeiro onde fizemos a intervenção, os presos já estão novamente atrás das grades. Algumas celas ainda precisam de reformas, mas todos os internos estão encarcerados”, informou o secretário de Justiça e Cidadania do RN.

De acordo com ele, “no pavilhão 4, que foi invadido pelos presos do pavilhão 5, não há mais nenhum preso”, acrescentou. Já nos pavilhões 1, 2 e 3, Virgolino disse que as celas ainda estão sem grades e que este serviço de reforma será realizado nos próximos dias, mas garantiu que todos os detentos estão trancafiados dentro dos pavilhões. “Não saem mais”, afirmou.

 

Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2017/02/reativacao-de-bloqueadores-de-celular-depende-da-seguranca-em-alcacuz.html