Turistas e natalenses acreditam que food parks são uma atração familiar na cidade

Uma das alternativas gastronômicas de Natal que mais cresce são os food trucks e, pensando em reuní-los em um espaço amplo e agradável, surgiram os food parks. Em uma pesquisa de consumo realizada pela Grifo Comunicação junto aos turistas e natalenses na Casa do Careca e no Jardim Ponta Negra, 71% consideraram o espaço como uma atração noturna para a família.
Pelos levantamentos realizados de forma estimulada, que é aquela que os entrevistados têm acesso às opções, com os próprios frequentadores dos dois food parks, 22% consideraram os food parks um bom espaço para comer, 4% se mostraram indiferentes e 3% afirmaram não ter gostado do conceito.
O turista Emmanoel Cabral, do Espírito Santo, está em Natal com a mulher e os dois filhos. Ele acredita que capital potiguar carece de opções noturnas para a família e disse que os food parks também são opções na terra dele. “A gente já passeou de buggy, já visitamos lagoas e praias, fizemos muita coisa, mas sempre de dia. De noite não tínhamos uma opção. Viemos aqui há dois dias e estamos voltando novamente”, contou.
Os dois food parks situados em Ponta Negra, na avenida Roberto Freire, funcionam de segunda a segunda, das 18h à meia noite, com música ao vivo e várias opções gastronômicas de todas as partes do mundo. A pesquisa da Grifo Comunicação foi feita com 100 frequentadores do espaço entre os dias 13 e 16 de dezembro.