Natal começa vacinação de grávidas e puérperas sem comorbidades contra Covid

Vacinação de grávida contra a Covid-19. — Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Vacinação de grávida contra a Covid-19. — Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Prefeitura do Natal anunciou que começa nesta terça-feira (8) a vacinação de grávidas e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) a partir dos 18 anos de idade, independentemente da condição de saúde pré-existente.

A vacinação acontece nos seis pontos de drive-thru da capital (Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta, UnP Roberto Freire, OAB e SESI) e nas 35 salas de vacinação.

Para receber o imunobiológico, deve-se levar uma declaração médica autorizando a vacinação. Além disso, é necessário levar comprovante de residência de Natal, cartão de vacina e documento com foto.

O município também conta uma plataforma online de informações sobre locais de aplicação, documentação e grupos em vacinação.

A Secretaria Municipal de Saúde disse que realizou uma consulta técnica junto à Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do RN sobre a ampliação da vacinação desse público e teve aval da instituição.

Ainda segundo a prefeitura, o Ministério da Saúde orienta às gestantes e puérperas que já receberam a primeira dose da vacina Oxford/Astrazeneca que aguardem o período da gestação e puerpério para completar seu esquema vacinal.

A imunização de mulheres grávidas foi suspensa no dia 11 de maio, no Rio Grande do Norte, após recomendação da Anvisa, que estudava possíveis efeitos colaterais da vacina de Oxford/Astrazeneca.

Somente no dia 31 de maio, Natal voltou a vacinar grávidas e puérperas com comorbidades, usando a vacina Pfizer.

G1RN